A COR PÚRPURA – O MUSICAL.

19/03/2022   -   Sábado às 20:30 h   -   Musical   -   180 min.   -   12 anos
Ribeirão Preto   -   Theatro Pedro II.   -   Rua Álvares Cabral 370, Centro
INFORMAÇÕES
SINOPSE
FOTOS


Atenção!


Sessão com ingressos esgotados.

Descrição

OBRIGATÓRIO APRESENTAR CARTEIRINHA DE VACINAÇÃO EM DIA OU VIA APP CONECTE SUS + RG OU CNH.
CASO NÃO APRESENTAR NÃO SERÁ DEVOLVIDO O VALOR DOS INGRESSOS.

- obrigatório para menores de 12 anos apresentação de teste negativo contra o covid
- obrigatório para maiores de 12 anos apresentação do comprovante de vacinação.

“A realização e produção do evento é de inteira responsabilidade da empresa produtora/realizadora, sendo a MegaBilheteria.com apenas intermediadora da venda dos ingressos!”

INGRESSO ONLINE: APRESENTE NA TELA DO CELULAR, A VALIDAÇÃO SERÁ FEITA VIA "QR CODE", NÃO REPASSE SEU "QR CODE" A NINGUÉM, É DE SUA RESPONSABILIDADE O USO E  PRESERVAÇÃO DO MESMO.

**PROIBIDA ENTRADA APÓS O INÍCIO DO ESPETÁCULO**

**TIPOS DE INGRESSOS**
MEIA: Professores (e funcionários do quadro escolar), Estudantes, Pessoas acima de 60 anos, Portadores de Deficiência e seu acompanhante(1).

- obrigatório para menores de 12 anos apresentação de teste negativo contra o covid
- obrigatório para maiores de 12 anos apresentação do comprovante de vacinação.

SINOPSE

Estreou em 6 de setembro, na Cidade das Artes e em 6 de Dezembro de 2019 no Theatro Net em São Paulo A COR PÚRPURA – O MUSICAL, com 17 atores, 8 músicos, 90 figurinos, um palco giratório de 6 metros de diâmetro e uma escada curva com sistema de travelling em volta do cenário. “A história é universal: fala do ser humano, em especial das mulheres. É imediata a identificação com o momento do país, onde há tantas histórias de opressão às mulheres. A COR PÚRPURA é um grande grito de liberdade”, explica o diretor e idealizador Tadeu Aguiar, responsável pela encenação de “Bibi, uma vida em musical” e “Quase Normal”. Tadeu Aguiar prioriza a interpretação como força motriz da cena. “Reforcei o caráter epistolar do romance, valorizei o ponto de vista da protagonista, tendo a figura do ator como principal instrumento condutor da história. A palavra é a grande força do espetáculo”, afirma o diretor. A COR PÚRPURA – O MUSICAL é apresentado pelo Ministério da Cidadania e pela Bradesco Seguros.

O espetáculo já conta com 2 indicações ao Premio Shell e 8 indicações ao Premio Cesgranrio.

 Alice Walker foi a primeira escritora negra a ganhar o Pulitzer pelo seu livro A COR que continua contemporâneo ao retratar relações humanas, de amor, poder, ódio, em um mundo pontuado por estruturais diferenças econômicas, sociais, étnicas e de gênero. A COR PÚRPURA foi lançado em 1982. Com direção de Steven Spielberg, a obra foi adaptada para o cinema em 1985, recebendo 11 indicações ao Oscar. A transposição para musical ocorreu em 2005, na Broadway. Em 2016, houve uma nova montagem, rendendo à produção 2 prêmios Tony e o Grammy de Melhor Álbum de Teatro Musical.

Escrito há mais de 35 anos, A COR PÚRPURA é um musical baseado em uma história passada na primeira metade do século XX, na zona rural do Sul dos Estados Unidos, com personagens típicos dessa região. “Apesar de ser um musical de época, fala muito de questões atuais, como a participação da mulher na sociedade, o papel da mulher numa relação amorosa, o machismo, o racismo... Não foi preciso adaptação alguma para o musical interessar à plateia brasileira. Ele, naturalmente, fala a qualquer plateia do mundo de hoje”, esclarece Artur Xexéo, responsável pela versão brasileira do texto e das letras de A COR PÚRURA – O MUSICAL.

Fotos

Usamos cookies para que sua experiência seja melhor. Ao continuar navegando, você está ciente de nossos Termos de Uso